Assistência Psicológica à Família

Objectivos

  • Facultar informações necessárias a partir das necessidades levantadas na avaliação inicial;
  • Auxiliar a família a mobilizar recursos funcionais para lidar com a situação actual;
  • Auxiliar na relação entre a família – paciente – equipa;
  • Promover apoio emocional.

Frequência e Duração: a critério do terapeuta

Critérios de elegibilidade: familiares para os quais foi identificada na avaliação inicial, necessidades de assistência psicológica.


Atendimento Psicológico ao Paciente

Objectivos

  • Minimizar sintomas disfuncionais;
  • Mobilizar recursos de coping efectivos;
  • Melhorar a adesão ao tratamento;
  • Promover o bem-estar subjectivo;
  • Promover a adaptação funcional à situação actual.

Frequência e Duração: a critério do terapeuta

Critérios de elegibilidade: todos os pacientes para os quais foi identificada na avaliação inicial necessidades de assistência psicológica.


Orientação Neuropsicológica à Família

Objectivos:

  • Promover a compreensão do diagnóstico do seu familiar e respectivo impacto funcional;
  • Fornecer orientações objectivas acerca do cuidado do paciente e manuseamento das principais alterações cognitivas, comportamentais e emocionais associadas ao quadro de AVC;
  • Aumentar o compromisso com o bem-estar e a aderência ao tratamento.
Frequência e duração: a critério do terapeuta

Critérios de elegibilidade: familiares para os quais foi identificada na avaliação inicial, necessidade de orientação neuropsicológica.


Observação Psicológica Paciente e/ou Família

Objectivos:

  • Manter breves e frequentes contactos com paciente e/ou familiares;
  • Observar a manutenção da condição emocional do paciente e/ou familiares, com objectivo de detectar prontamente a necessidade de intervenção psicológica.

Frequência e duração: a critério do terapeuta

Critérios de elegibilidade: familiares para os quais não foi identificada na avaliação inicial, necessidade de assistência psicológica.


Observação Neuropsicológica Paciente e/ou Família

Objectivos

  • Manter breves e frequentes contactos com o paciente e familiares;
  • Acompanhar evolução do padrão cognitivo do paciente, e o nível de compreensão dos familiares acerca da sua condição, com o objectivo de detectar prontamente a necessidade de intervenção neuropsicológica.

Frequência e duração: a critério do terapeuta

Critérios de elegibilidade: familiares para os quais não foi identificada na avaliação inicial, necessidade de assistência neuropsicológica.


Intervenção Neuropsicológica

Objectivos

  • Monitorização da evolução do estado cognitivo do paciente através da aplicação de testes neuropsicológicos e observação clínica;
  • Minimizar as dificuldades cognitivas através da adequação ambiental e introdução de estratégias compensatórias;
  • Melhorar a orientação para o ambiente e para o contexto interpessoal.

Frequência e duração: a critério do terapeuta.

Critérios de elegibilidade: diagnóstico médico estabelecido, paciente com dificuldades cognitivas detectadas no screening neuropsicológico com comunicação consistente estabelecida.


Follow up

Objectivos

  • Estabelecer metas em comum com a equipa interdisciplinar;
  • Monitorização e observação do paciente e, consequentemente, dos objectivos propostos quanto à sua reabilitação.

Frequência e Duração: a definir pelo terapeuta e equipa. Possivelmente de 2 em 2 meses até aos 6 meses após a intervenção. Passando para 1 vez de 3 em 3 meses até completar 1 ano após a intervenção.

253 812 547
Segunda a Sexta
Das 08h30 às 18h00
Sábado
Das 09h00 às 12h00